Chegaram, finalmente, as férias de Verão! Chegou o tempo das crianças e dos jovens se deitarem nos sofás a jogar playstation e a comer gomas e batatas fritas. Chegou o tempo de verem o canal das biografias e sonhar com o sucesso dos outros, esquecendo que o sucesso se conquista e que, por isso, dá trabalho. Chegou o tempo de “surfar” durante mais tempo pela internet e de trocar milhares de SMS com os amigos apenas para dizer “Oi, já acordaste?”. Chegou o tempo de combinar com alguns amigos dar uma volta… pelo centro comercial! Chegou o tempo de “curtir” não fazer nada, literalmente nada, durante 3 meses. Chegou o tempo de, tão simplesmente, parar.

Funny smart kid in glasses reading book in kindergarten

Parar ou…abrandar?

Mas, por que têm as crianças e os jovens de “parar” quando podem, e devem, “abrandar”?! Na verdade, a diferença entre “parar” e “abrandar” é mesmo muito grande. No meio ficam vários livros e jornais por ler, vários museus e exposições por ver, vários desenhos por fazer, várias cidades de Lego por construir com amigos, várias disputas no tabuleiro do Monopólio – onde se aprende a ganhar e a perder – enfim, vários exercícios por fazer.

E, para quem ainda não percebeu, as crianças e jovens não gostam de “parar”. Preferem muito mais “abrandar”. Gostam, isso sim, de ver o tempo preenchido com atividades que vão levar nas suas memórias pela vida fora; que nunca mais se vão esquecer! Que vão querer partilhar com todos. Com o orgulho de uma alma preenchida. E enquanto acharmos que “coitados, têm de parar!” não deixamos espaço para delinear com eles o seu programa de férias que incluirá também o cinema, a playstation e as gomas: mas não só!

Estudo prova o “deslize do Verão”

Vem tudo isto a propósito de um estudo realizado pela Universidade John Hopkins (EUA, Baltimore) que concluiu que os pais deverão ter cuidado com o “deslize do Verão” dos seus filhos – um fenómeno anual que consiste na perda de competências durante o período das férias de Verão. Para além da importância da leitura, o estudo sublinha também a importância das crianças e dos jovens digerirem números durante esta época do ano para não perderem o equivalente a dois meses de conhecimentos. Por favor, definam uma lista de livros para os vossos filhos lerem durante o Verão e exercícios para que pratiquem Matemática. Os vossos filhos podem encher a alma, neste Verão, para toda a sua vida.